Começa nesta sexta 16 às 19h30, com transmissão ao vivo, o XI Congresso da Fetec-CUT/CN

Publicado em 16/04/2021 09:18

Começa nesta sexta 16 às 19h30, com transmissão ao vivo, o XI Congresso da Fetec-CUT/CN

Abertura do evento, que marca o 30º aniversário da Federação, terá análise de conjuntura do ex-ministro José Dirceu e Live-show do cantor e compositor paraense Nílson Chaves

Começa hoje às 19h30, com transmissão ao vivo pelas nossas páginas do Facebook e do Youtube, o XI Congresso da Federação dos Bancários do Centro-Norte (Fetec-CUT/CN). Com o tema “Em defesa da vida e dos direitos dos bancários”, e ocorre em meio à mais dramática crise sanitária da nossa história, a caminho de chegar às 400 mil mortes pela Covid-19.

Na abertura do Congresso, que marca o 30º aniversário da Federação, o ex-ministro José Dirceu fará análise de conjuntura e depois haverá uma Live-show do cantor e compositor paraense Nílson Chaves. Conheça abaixo o artista, que faz um convite à categoria.

 

O XI Congresso termina neste sábado 17 com a eleição da nova diretoria da Fetec-CUT e transmissões ao vivo de várias palestras e novas atrações musicais.

Leia também:

Fetec-CUT/CN completa 30 anos e faz nesta sexta e sábado seu XI Congresso, em defesa da vida e dos direitos dos bancários

 

Programação do XI Congresso

Dia 16/04/2021

19h30 – Abertura oficial. (Ao vivo)

20h – Análise de conjuntura com o ex-ministro José Dirceu. (Ao vivo)

21h – Live comemorativa dos 30 anos da Fetec-CUT/CN com o cantor e compositor paraense Nilson Chaves. Conheça mais Nilson Chaves(Ao vivo).

Dia 17/04/2021

10h – Apresentação da cantora e compositora sul-matogrossense Lenilde Ramos. Conheça aqui a artista(Ao vivo)

10h10 – Painel Defesa das Empresas Públicas, Soberania e Emprego, com foco na defesa da Petrobras – Deyvid Bacelar, coordenador-geral da FUP (Federação Única dos Petroleiros). (Ao vivo)

10h30min – Painel Defesa das Empresas Públicas, Soberania e Emprego, com foco no sistema financeiro – Juvandia Moreira, presidenta da Contraf-CUT. (Ao vivo)

15h – Início do XI Congresso.

15h10 – Aprovação do regimento interno.

15h30 – Homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras do ramo financeiro vítimas da Covid-19. (Ao vivo)

15h45 – Balanço da atual gestão da Federação.

16h – Painel Saúde do Trabalhador em Tempos de Pandemia, com foco no impacto da privatização da vacina no SUS e na proteção da saúde do trabalhador – deputada Érica Kokay (PT-DF). (Ao vivo)

16h30 – Alteração estatutária.

17h – Plano de ação para o próximo período.

17h30 – Eleição e posse da nova direção da Fetec-CUT/CN para o quadriênio 2021/2025. (Ao vivo)

18h – Apresentação cultural com a Banda Quilomblocada, de Rondônia. Conheça aqui a banda. (Ao vivo)

Combater o genocídio e defender bancos públicos

“O Brasil já é o país mais atingido pela pandemia em todo o planeta em razão principalmente da ação deliberada de um governo genocida que desde o início negou a gravidade do vírus e nada fez para conter o avanço do morticínio. Por isso o nosso Congresso deste ano, que marca o aniversário de 30 anos da Federação, terá como bandeira central a luta pela vida dos bancários e de todos os brasileiros, o que exige vacinação já para todos”, afirma Cleiton dos Santos, presidente da Fetec-CUT/CN.

“Outro tema fundamental que estamos discutindo é a defesa dos nossos direitos. Nesses 30 anos de existência da Federação do Centro-Norte, graças a inúmeras mobilizações e greves memoráveis os bancários tiveram importantes conquistas econômicas e sociais, que estão ameaçadas por um projeto de governo ultraliberal a reboque do mercado e contra os interesses dos trabalhadores. E que está comprometendo a soberania nacional, ao entregar o patrimônio do povo brasileiro e desmontar os bancos públicos”, destaca Cleiton.

“Por isso, a nossa tarefa mais imediata nesse momento é desenvolver todos os esforços para salvar a vida dos brasileiros ameaçados por essa terrível pandemia que vem sendo agravada pela irresponsabilidade do governo federal. É uma crise sanitária que está aprofundando a crise econômica, aumentando o desemprego e trazendo de volta a fome ao nosso país. Outro desafio é barrar a venda do patrimônio nacional, proteger os bancos públicos e as empresas estatais, que serão fundamentais para o país sair da crise e voltar a crescer. E para isso só há dois caminhos: vacinação já para todos e Fora Bolsonaro”, conclui Cleiton dos Santos.

O XI Congresso marca o 30º aniversário da Fetec-CUT/CN.