Contraf-CUT fará outras oficinas de redes sociais

Publicado em 12/07/2021 08:53

Contraf-CUT fará outras oficinas de redes sociais

A segunda turma da oficina de Redes Sociais da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), realizada nesta sexta-feira (9), assim como ocorreu na primeira turma, tiverem todas as vagas preenchidas. “Os participantes adoraram todo o conteúdo. Conseguimos. Em menos de quatro horas de oficina, transmitir as informações teórica e fazermos exercícios práticos de criação de memes, monitoramente de redes e de grupos de whatsapp”, disse o secretário de Comunicação da Contraf-CUT, Gerson Carlos Pereira. “Agora, cada um que participou da oficina deve incorporar os aprendizados em seu cotidiano. Isso vai ajudá-los a aprimorar o que aprenderam e, com certeza, dará um grande impulso à nossa atuação e presença nas redes”, completou. “E, por favor, já que gostaram, façam propaganda de nossa oficina. Assim, quem ainda não fez não perderá a próxima oportunidade”.

Demanda maior do que a oferta

O secretário de Comunicação da Contraf-CUT não escondeu o orgulho pelo grande interesse na oficina. “Programamos a realização de uma oficina, mas, diante da grande procura, abrimos uma segunda turma. Ambas tiveram suas vagas totalmente preenchidas. Isto é muito bom! Mostra que acertamos na definição do tema e do conteúdo”, disse. “Ainda não definimos a data, mas já é certo que faremos outras turmas para atender quem não pôde, ou não conseguiu fazer a oficina nestes dois dias. Peço que estas pessoas fiquem atentas ao nosso site e às nossas redes sociais”, concluiu.

Conteúdo

Conjuntura e história da comunicação política digital; Estruturas da direita e como podemos nos apropriar das técnicas; signos, simbologias e apropriações de temas; Design emergencial. Como fazer memes com ferramentas grátis; Criando um twitter e como agir na plataforma; Estruturas de monitoramento e distribuição de conteúdo são temas a serem trabalhados na oficina.

“Conseguimos, em menos de quatro horas, trabalhar todas as redes sociais e ainda mostrar como se faz o monitoramento de redes e chats privados e como se cards/memes” disse o jornalista Rafael Cali, que atua há sete anos como administrador de redes sociais (social media), e foi o responsável pela formação. “Sabemos que algumas pessoas têm mais dificuldade e podem ter achado que passamos rápido demais por alguns pontos. Mas, estamos dispostos realizar outras oficinas para trabalhar pontos específicos”, informou.