CSA termina congresso e elege nova direção

Publicado em 27/04/2021 10:04

CSA termina congresso e elege nova direção

Foi encerrado na sexta-feira (23) o 4º congresso da CSA Central Sindical das Américas aprovando o documento base e dando posse para a nova direção. Iniciado na terça feira (20), de forma virtual, o congresso contou com a participação de cerca de 400 pessoas entre delegados, convidados e observadores. Contou com a participação do presidente da Argentina, Alberto Fernandez, do ex-presidente uruguaio, Pepe Mujica, da ex-presidenta do Brasil, Dilma Roussef, e do presidente da central sindical americana AFL-CIO, Richard Trumka.

Representando a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), participaram a presidenta da entidade, Juvandia Moreira, o secretário de Relações Internacionais, Roberto Von Der Osten, o secretário de Assuntos Socioeconômicos, Mario Raia, e Rita Berlofa, presidenta da Uni Finanças.

‘Não é normal

“Realizamos este congresso numa conjuntura única, muito dolorosa e de perdas, mas de oportunidades também. O mundo vai mudar muito pós-pandemia e os nossos sindicatos vão ter a oportunidade de, em unidade com outros movimentos sociais e populares, mudar o que vem sendo há muito tempo considerado “normal” no mundo, que é a exploração, a discriminação, as desigualdades e a exclusão. Isso não é normal. Precisamos urgentemente mudar as relações humanas e de trabalho e podemos fazer isso interferindo decisivamente no modelo de desenvolvimento que a humanidade vem praticando”, avaliou o secretário de Relações Internacionais da Contraf-CUT, Roberto Von Der Osten.

A Contraf-CUT participou fazendo uma intervenção em defesa dos bancos públicos. Foi enfatizado que no Brasil a categoria bancária enfrenta a ganância dos banqueiros, as novas tecnologias de informação que reduzem os empregos, a nova organização do teletrabalho, os ataques aos direitos dos trabalhadores por Bolsonaro. A Contraf-CUT ressaltou que tem lutado contra as privatizações que continuam mesmo na pandemia, principalmente em defesa dos bancos públicos.

Lula

No encerramento do congresso, foi divulgada uma mensagem do ex-presidente Lula parabenizando a CSA pelo congresso e apoiando a luta continental que a entidade vem fazendo em defesa da paz, da democracia e dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.

Tomaram posse o novo Secretariado, o Comitê Executivo e o Conselho Fiscal eleitos com 100% dos votos do congresso em chapa única. Também foram empossados o Comitê da Mulher Trabalhadora das Américas e o Comitê da Juventude Trabalhadora das Américas. Houve mudanças no Secretariado. Hassan Yussuf da CLC Canadá deixa a presidência sendo substituído por Fred Redmond da AFL-CIO dos Estados Unidos. Rafael Freire da CUT Brasil foi reeleito Secretário Geral e Cristina Paiva Gomes, também da CUT Brasil foi eleita presidenta da Comissão da Juventude Trabalhadora das Américas para o mandato 2021/2025.

 

Fonte: Contraf-CUT