Democratas apresentam novo pedido de impeachment de Trump

Publicado em 12/01/2021 09:26

Democratas apresentam novo pedido de impeachment de Trump

Ópera Mundi

Um grupo de deputados do Partido Democrata dos Estados Unidos apresentou nesta segunda-feira (11) na Câmara dos Representantes um pedido de impeachment do presidente Donald Trump alegando que o mandatário incitou a invasão ao Capitólio na semana passada.

Em documento de 4 páginas, os parlamentares acusam Trump de “incitar a insurreição” na última quarta-feira (6), dia em que seus apoiadores invadiram o Congresso. Segundo o texto, o presidente será processado por “crimes graves e contravenções”.

“O presidente Trump colocou gravemente em perigo a segurança dos Estados Unidos e de suas instituições governamentais. Ele ameaçava a integridade do sistema democrático e interferia na transição pacífica de poder […] Com isso, ele traiu sua confiança como presidente”, afirma o documento.

David Cicilline, um dos autores do pedido de impeachment, disse à CNN nesta quarta-feira (13) que congressistas republicanos podem apoiar a medida e que a votação pode acontecer em dois dias. À imprensa, o líder da maioria na Câmara, Steny Hoyer, confirmou a informação e disse que o objetivo é enviar o pedido rapidamente ao Senado.

Este é o segundo processo de impeachment que o republicano enfrenta durante seu mandato. Em dezembro de 2019, a Câmara aprovou um pedido de impedimento que foi, mais tarde, rejeitado pelo Senado. Se o atual processo for aprovado pelos deputados, Trump se tornará o único presidente na história dos EUA a ser impedido duas vezes pela Casa.

A Câmara é liderada pelos democratas e, por isso, deve aprovar com rapidez o processo. No entanto, o Senado é liderado pelos republicanos e seriam necessários 17 votos deles para aprovar o impeachment.

A presidente da Casa, a democrata Nancy Pelosi, já havia se pronunciado a favor da abertura do processo. Mais cedo, nesta segunda-feira, Pelosi havia dado um prazo de 24h para que o vice-presidente Mike Pence, que é chefe do Senado, invocasse a 25ª emenda da Constituição norte-americana para destituir Trump do cargo por inaptidão para governar.

Segundo a imprensa dos EUA, congressistas republicanas não chegaram a um consenso sobre a invocação da 25ª emenda, o que levou os democratas a apresentarem o pedido de impeachment.