Direção da Caixa desrespeita os trabalhadores do banco

Publicado em 23/04/2018 15:38

Toda reestruturação ou remodelagem deve ser debatida antes com os trabalhadores

A Caixa divulgou em sua intranet, na quinta (19), um novo plano de reestruturação, desta vez, com o nome de Programa Eficiência. Dionísio Reis, coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE) da Caixa, é veementemente contrário a atitude do banco e cobra respeito aos trabalhadores.

“Antes de a Caixa anunciar qualquer mudança no sentido de restruturação ou remodelagem, ela precisa apresentar na mesa de negociação para preservarmos os direitos e os salários dos trabalhadores, como está previsto no nosso Acordo Coletivo de Trabalho”, lembrou. “Nós sabemos que o objetivo dessas mudanças é o enfraquecimento do banco. Não vamos permitir. A Caixa é 100% pública e assim deve permanecer”, completou.

O anúncio do programa vem na mesmo semana que o governo federal anunciou sua intenção de privatizar o SUS, refinarias da Petrobras e a Eletrobrás. O coordenador do CEE/Caixa afirma que fica claro que a perspectiva que está sendo mostrada pelo governo atual, é que os direitos dos trabalhadores são gastos. “A Caixa é um grande patrimônio público e precisa sim é de mais investimentos para fazer o seu papel fundamental que é auxiliar no desenvolvimento do Brasil. Precisamos de mais Caixa para o país.”

Fonte: Contraf-CUT