“É genocídio, podemos chegar em julho com 500 mil mortes” ☀

Publicado em 06/04/2021 09:51