Fetec-CUT/CN apoia Débora Fonseca para a eleição ao Caref, no BB, que começa dia 2

Publicado em 26/12/2018 10:00

Votação para representante do funcionalismo ao órgão máximo do Banco do Brasil vai até o dia 8. Débora tem compromisso com os trabalhadores e com o BB público

 

 

 

 

Os funcionários do Banco do Brasil vão às urnas entre 2 e 8 de janeiro para eleger seu representante ao Conselho de Administração do banco (Caref, ou Conselheiro de Administração Representante dos Funcionários). A Federação dos Bancários do Centro Norte (Fetec-CUT/CN), assim como a Contraf-CUT e a maioria dos sindicatos de todo o país, apoia Débora Fonseca para defender os interesses e propostas dos funcionários no órgão máximo de decisão do BB e lutar contra o desmonte e a privatização.

A eleição acontecerá em dois turnos, pelo SISBB, e votarão somente os funcionários da ativa. São 140 candidatos e os dirigentes sindicais são impedidos de concorrer.

Bacharel em Comunicação Social, tecnóloga em Gestão de Recursos Humanos, com MBA em Gestão Bancária e Finanças Corporativas, CPA-10 e CPA-20, Débora é militante de base no município de São Paulo.

“Sou candidata para representar os funcionários com o apoio da maioria dos sindicatos de todo o país. Se eleita, vou exercer o mandato em interação permanente com os funcionários e com suas entidades representativas para identificar as dificuldades vividas no dia-a-dia, verificar as demandas dos funcionários e encaminhá-las à superior administração do banco”, diz Débora.

“Diante as incertezas do novo governo, que apontam para ataques aos bancos públicos e aos trabalhadores, mais do que nunca precisamos eleger para nos representar no Caref pessoas que de fato vão defender nossos direitos e o BB público”, afirma Cleiton dos Santos, presidente da Fetec-CUT/CN e funcionário do Banco do Brasil.

“Na conjuntura que se apresenta para 2019, com a posse de um governo privatista e ultraliberal, é fundamental eleger uma candidata comprometida com os interesses dos trabalhadores, com a defesa do BB enquanto banco público e de sua função social. Por isso, Sindicato e Contraf-CUT apoiam e indicam voto em Débora Fonseca”, enfatiza a secretaria da Juventude da Contraf-CUT e funcionária do BB, Fernanda Lopes.

Confira as propostas de Débora Fonseca:

 

Fonte: Fetec-CUT/CN, com informações do Seeb São Paulo