Mudança no cálculo de metas pelo Mercantil do Brasil pode prejudicar trabalhadores

Publicado em 24/11/2021 10:57

Funcionários do Banco Mercantil do Brasil de diversas partes do país denunciaram aos seus sindicatos que o banco deixou de considerar as propostas de negócio (PNG) no cálculo das metas. A empresa anunciou que consideraria apenas a produção feita pela plataforma no cômputo da campanha de empréstimo consignado do mês de setembro, que deverá ser paga até o dia 30/11.

“A retirada das PNG poderá levar ao não cumprimento das metas estabelecidas para as agências e a redução drástica nos valores da premiação. Os funcionários ficaram apreensivos com a possibilidade de perda de renda em decorrência da mudança”, disse o coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Mercantil do Brasil, Marco Aurélio Alves.

Os sindicatos se mobilizaram e solicitaram reunião com o banco para esta quarta-feira (24). “Queremos que o banco honre o acordo e pague a premiação aos trabalhadores”, disse o coordenador da COE do Mercantil.

Fonte: Sindicato dos Bancários de BH e Região, com edições da Contraf-CUT