Vídeo mostra por que tributação do sistema financeiro deve ser maior

Publicado em 08/06/2021 09:37

Vídeo mostra por que tributação do sistema financeiro deve ser maior

 

Material foi produzido pela Campanha Tributar os Super-Ricos, que inclui elevação da alíquota da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) do setor financeiro e do setor extrativo mineral

Lançado durante a live da Campanha Tributar os Super-Ricos, ocorrida na noite desta segunda-feira (7), o vídeo “Regular e tributar o sistema financeiro para investir no social” traz, de uma forma dinâmica e didática, diversas informações sobre os bancos, os tributos que incidem sobre o setor, um dos que mais lucram no Brasil, e de que forma tais tributos podem contribuir para o aumento dos investimentos sociais no país.

“O tema é complexo. Tivemos que usar uma linguagem simples, direta e bastante didática para nos fazermos entender. Mas, acredito que o resultado vai agradar a todos que verem o vídeo”, disse a jornalista e coordenadora da comunicação da campanha, Katia Marko.

“Os motivos pelos quais a campanha propõe o aumento da tributação sobre os bancos ficaram bem claros. Agora o vídeo precisa se espalhar e chegar à toda a sociedade, principalmente aos parlamentares que estão com projetos sobre o tema em pauta”, defendeu o secretário de Assuntos Socioeconômicos da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Mario Raia, que representa a entidade na coordenação da campanha.

Veja o vídeo.

Propostas da campanha

A campanha Tributar os Super-Ricos propõe a elevação da alíquota da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) do setor financeiro e do setor extrativo mineral, que tiveram aumento de lucros mesmo em tempos de crise econômica. Com isso será possível aumentar a arrecadação anual em cerca de R$ 40 bilhões. No total, desonerando as camadas com menor renda e aumentando a tributação de apenas 0,3% da população mais rica, as propostas da campanha conseguem aumentar a arrecadação em R$ 300 bilhões/ano.

Conheça mais sobre a campanha e espalhe essa ideia! É preciso tributar os super-ricos!