Artistas se unem nas redes com apresentações e ajuda a grupos vulneráveis

Publicado em 31/03/2020 14:33

Artistas se unem nas redes com apresentações e ajuda a grupos vulneráveis

RBA

Quase 40 coletivos culturais de São Paulo se organizaram para exibir uma programação virtual, de 1º a 15 de abril, para ajudar entidades durante o período da pandemia. “A ideia é colaborar com quem estará mais vulnerável durante a crise do coronavírus e se expressar artisticamente reforçando a necessidade da ampliação dos direitos sociais”, afirma a produtora Luciana Gandelini, idealizadora do projeto Manifesta em Rede. Os coletivos reúnem cerca de 160 artistas.

Além disso, os artistas esperam confortar “quem já se encontra recluso, despertando outros tipos de sentimento que ajudem a superar sensações como de angústia e medo, que podem desencadear outros tipos de doença”. As atividades podem ser acompanhadas nas páginas  @manifestaarteemrede nas redes sociais Facebook, Instagram e Youtube.

Serão oferecidos conteúdos artísticos, com apresentações e intervenções diversas, declamações de poesia, livros disponíveis, música, atividades circenses, no sistema chamado “pague quanto puder”. De acordo com os organizadores, 80% do valor arrecadado será destinado a instituições que lidam com pessoas em situação de rua, indígenas e famílias carentes.

Direito básico

Reprodução Facebook
Desenho de Laerte para a ação coletiva: solidariedade

As entidades atingidas são Missão Belém, Arsenal da Esperança, Pastoral de Rua, Terra Indígena Jaraguá, Unas Heliópolis e Anjos da Sopa (Grande ABC). Quem quiser colaborar, com qualquer valor, pode acessar o link http://vaka.me/955819.

“Sabemos que nada substitui a magia de uma apresentação ao vivo. Não queremos transferir a arte independente de São Paulo para a internet e nem pretendemos nos acostumar a isso”, afirmam os artistas. “Também não queremos romantizar a quarentena, pois entendemos estar em casa durante uma pandemia é um direito  básico que, em razão da precarização dos contratos de trabalho, tem contemplado uma ínfima parcela da sociedade, sendo mais um reflexo da situação alarmante em que se encontra a classe trabalhadora do país cujos direitos vêm sendo flexibilizados ao longo dos últimos anos.”

Um escritório de advocacia participa da atividade, oferecendo conteúdo técnicos sobre medidas do governo federal, principalmente relacionados a leis trabalhistas.

A ação Manifesta Arte em Rede inclui a Trupe DuNavô, Circo di SóLadies, a cartunista Laerte, Companhia Estudo de Cena, Organização Palhaços sem Fronteiras, Camerata Camará, Circo do Asfalto e outras dezenas de pessoas e grupos, que podem ser conferidos nas redes sociais. A programação completa deverá estar disponível em breve.