Atenção, bancário do Santander: não trabalhe nem em home office se tiver atestado

Publicado em 13/01/2022 16:27

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região tem recebido denúncias de bancários do Santander com sintomas de Influenza por conta do surto de gripe H3N2, ou Covid-19, que foram afastados do trabalho mediante atestado médico, e mesmo assim estão sendo pressionados pelos gestores a continuarem trabalhando em home office.

O objetivo de um atestado médico é para que o trabalhador tenha tempo e condições de se recuperar da doença e, neste período, interrompa qualquer atividade laboral; e não retira-lo do trabalho presencial para colocá-lo em home office.

Sintomas de Covid-19 ou Influenza: veja orientações

  • Siga as recomendações médicas;
  • Informe por e-mail aos gestores as recomendações médicas, e anexe seu atestado no e-mail, para que fique registrado no sistema;
  • Justifique o afastamento médico no ponto eletrônico;
  • Siga as demais instruções dos protocolos de prevenção à Covid-19 e à Influenza disponíveis na intranet do banco;
  • Acione imediatamente o Sindicato (veja contatos abaixo) caso sofra pressão, assédio ou cobrança para retornar ao trabalho presencial antes da autorização do médico, ou para que permaneça trabalhando remotamente, mesmo com atestado.
Fonte: Contraf-CUT