Com fechamento de agência: BB tem fila e aglomerações de clientes

Publicado em 31/03/2021 15:02

Com fechamento de agência: BB tem fila e aglomerações de clientes

Clientes do banco foram prejudicados com fechamento de agência e já sentem na pele a concentração em um único local

No primeiro dia após o fechamento da agência do Banco do Brasil da Rua Dom Pedro II, que deixou de funcionar nesta segunda-feira (29), um grande número de clientes se aglomerou na agência da Avenida Cuiabá, no Centro. A fila de clientes começou a se formar logo cedo e chegou até a Rua Fernando Correia da Costa. Muitas pessoas se aglomeraram em busca de atendimento na agência e houve várias reclamações.

Com o fechamento da agência da Dom Pedro II nesta semana, os clientes do Banco do Brasil na cidade foram transferidos para a agência da Avenida Cuiabá, que atualmente concentra a grande maioria dos clientes de Rondonópolis, já que o BB fechou a agência da Vila Operária, transformou a agência da Avenida Lions Internacional para atendimento exclusivo às empresas e mantém a agência Prime somente para clientes com grandes movimentações financeiras.

O fechamento de mais uma agência do Banco do Brasil em Rondonópolis gerou movimentação do Sindicato dos Bancários de Rondonópolis, de políticos e autoridades, mas a direção nacional do banco manteve a decisão pelo fechamento.

O Sindicato dos Bancários já havia adiantado antes do fechamento da agência da Dom Pedro II que clientes enfrentariam problemas.

“O Sindicato sabia que esta situação iria ocorrer e alertou, mas infelizmente o banco manteve sua decisão e fechou a agência”, argumentou o diretor de Comunicação do Sindicato dos Bancários de Rondonópolis, Almir Araújo.

O Sindicato informou ainda que a superintendência regional do Banco do Brasil havia informado que a agência da Avenida Cuiabá passaria por reforma e ampliação para acomodar e atender os novos clientes, porém isso não ocorreu.

Diante da situação, o Sindicato ressaltou que irá acompanhar o caso e verificar a condição dos atendimentos aos clientes na agência.

O fechamento da unidade da Dom Pedro II era parte de um pacote de medidas que ainda inclui o “apagar das luzes” em outras 111 agências, 7 escritórios e 242 postos de atendimento.