Contraf-CUT cobra posição da Caixa sobre decisões do TCU

Publicado em 24/03/2021 15:26

Tribunal de Contas da União tem considerado ilegais as admissões de empregados ocorridas sob a égide de ações judiciais trabalhistas

A Comissão Executiva dos Empregados da Caixa Econômica Federal (CEE/Caixa), que assessora a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), reivindicou por ofício, enviado na tarde desta quarta-feira (24), que a Caixa se pronuncie oficialmente sobre as recentes decisões do Tribunal de Contas da União que consideram ilegais as admissões de empregados ocorridas sob a égide de ações judiciais trabalhistas.

“Os empregados estão sendo notificados do Acórdão do TCU, o que lhes causa compreensível sofrimento e receio de serem desligados do emprego a qualquer momento, embora o Tribunal de Contas ressalve que somente ocorrerão desligamentos caso o Poder Judiciário venha a desconstituir a sentença trabalhista favorável aos trabalhadores”, explicou Fabiana Uehara Proscholdt, secretária da Cultura da Contraf-CUT e coordenadora da CEE/ Caixa.