Em Live nesta quinta 21, às 19h30, eleitos debatem estratégia da Previ para enfrentar a crise

Publicado em 20/05/2020 09:55

Em Live nesta quinta 21, às 19h30, eleitos debatem estratégia da Previ para enfrentar a crise

Participam da transmissão ao vivo o conselheiro deliberativo Sérgio Riede e os diretores eleitos Márcio de Souza (Administração), Paula Goto (Planejamento) e Marcel Barros (Seguridade).

Os dirigentes eleitos da Previ realizam nesta quinta-feira 21, às 19h30, mais uma transmissão ao vivo no canal no Youtube/Associados Previ. Dentre outros assuntos, os eleitos vão debater com os associados a estratégia da Previ para reverter a crise e os resultados de março.

Participam dessa terceira Live o conselheiro deliberativo eleito da Previ, Sérgio Riede, e os diretores eleitos Márcio de Souza (Administração), Paula Goto (Planejamento) e Marcel Barros (Seguridade).

A maior crise econômica desde a Grande Depressão de 1929 tem reflexos nos resultados da Previ, como mostra o boletim de desempenho de março. Mas os números também refletem a capacidade de resiliência da Caixa de Previdência. O recuo registrado na renda variável, de janeiro a março, foi menor do que do Ibovespa e demais fundos de ações do mercado.

A Previ já superou outras crises ao longo da sua história. Os dirigentes eleitos têm a convicção de que os mercados vão se recuperar, assim como os investimentos da Previ. Importante lembrar que a Previ é um dos poucos fundos que não criou contribuição extraordinária para cobrir déficit. Pelo contrário, no passado recente o Plano 1 deu superávit, que foi usado para melhorar benefícios, reduzir e suspender contribuições.

Defender o modelo de governança

O que distingue a Previ é o modelo de governança, com participação dos associados na gestão do fundo. Os nossos técnicos também são funcionários do banco e participantes dos planos. Essa governança precisa ser mantida para o bem de todos. Saiba mais aqui.

Por isso, causa preocupação a fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, defendendo a privatização do Banco do Brasil. Caso isso ocorra, os impactos serão enormes, tanto para o país, deixando de ter um agente de desenvolvimento para o agronegócio e crédito às pequenas empresas, quanto à própria Previ, colocando em risco seu modelo de gestão.

Não perca a Live e participe mandando perguntas pelo chat, nesta quinta-feira (21), às 19h30.

Fonte: Associados Previ