Fetec-CUT lamenta com pesar morte de Saulo Araújo, ex-dirigente da Federação e diretor do Seeb Pará

Publicado em 10/03/2021 11:24

Fetec-CUT lamenta com pesar morte de Saulo Araújo, ex-dirigente da Federação e diretor do Seeb Pará

A Federação dos Bancários do Centro-Norte lamenta com profundo pesar a morte do companheiro Saulo Araújo, 45 anos, dirtor do Sindicato do Pará e ex-dirigente da  Fetec-CUT/CN. Saulo estava internado em um hospital particular de Belém, em processo de tratamento de um câncer.

Na avaliação de alguns médicos que o acompanharam, a velocidade da doença pode ter sido influenciada por sequelas do novo coronavírus, que ele contraiu em abril do ano passado. Faleceu por volta das 21 horas da noite dessa segunda-feira, 8 de março de 2021,e deixa um filho adolescente.

Sua breve passagem pelo plano material da vida foi vivida com muita alegria e muita intensidade. Saulo era apaixonado pelos esportes, sempre presente nas Corridas dos Bancários, nos Campeonatos de Futsal, Beach Soccer e Futebol de campo, além do skate que o acompanhava desde a adolescência; sem falar da sua paixão pelo Vasco e pelo Paysandu, inclusive fazendo parte das torcidas Força Jovem, do Vasco e da Terror Bicolor, do Paysandu; e pela ilha de Algodoal, seu paraíso na Terra.

Na vida sindical, seu amor e dedicação não foi diferente. Bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade da Amazônia – UNAMA, Saulo Araújo iniciou sua carreira bancária no Banco BBVA, logo depois incorporado pelo Bradesco, onde trabalhou em Belém e Abaetetuba, cidade em que viveu um episódio marcante e que representou, ao mesmo tempo, seu desencanto com o banco e seu encanto com o movimento sindical.

Em 2007, ao realizar transporte de valores para o Bradesco por via aérea, de Abaetetuba para Anajás, na Ilha do Marajó, o avião monomotor que lhe transportava sofreu uma pane e caiu na floresta. Além de sobreviver ao acidente, Saulo ainda conseguiu salvar o piloto que estava desacordado antes da aeronave explodir.

Já em 2019, durante uma caravana bancária pela região nordeste do Pará, Saulo também sobreviveu a um capotamento de carro na BR 308, em Tracuateua, quando se deslocava com a delegação sindical para visita às agências da cidade de Augusto Correa.

Nosso companheiro Saulo Araújo veio para o movimento sindical em 2004, por sua destacada atuação em defesa dos colegas do Bradesco. Nesses 17 anos de vida sindical ele era isso, força e resistência. Estava sempre presente nas manifestações públicas da categoria bancária e da classe trabalhadora, carregando consigo a juventude de quem luta com muito amor pelos direitos do povo trabalhador desse país.

Queremos aqui, toda a diretoria e funcionários do nosso sindicato, nos solidarizarmos com a família e amigos enlutados.

Nosso Sindicato está em luto e seguirá em luta e honrando a história do nosso camarada dedicada ao movimento sindical bancário.

Companheiro Saulo Araujo, presente!


Fonte: Fetec-CUT, com Seeb Pará