Hoje é o Dia Mundial da Segurança Alimentar; fome aumenta no Brasil

Publicado em 07/06/2021 17:06

Hoje é o Dia Mundial da Segurança Alimentar; fome aumenta no Brasil

Hoje, 7 de junho, é comemorado o Dia Mundial da Segurança Alimentar. Uma data para reafirmar o alerta sobre a insegurança alimentar que cresce a cada dia no Brasil. O país tem cerca de 117 milhões de pessoas sem acesso pleno e permanente a alimentos. Os dados são do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil, da Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan).

Significa que metade dos lares no Brasil sofreu algum nível de insegurança alimentar no final de 2020, ou seja, se preocupou com a possível falta de comida em casa. Mais ainda, 19 milhões de brasileiros relataram realmente ter passado fome no ano passado. Com tais números, está mais do que atual a campanha Sindicato Solidário, iniciativa da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

“Mais do que nunca é preciso combater a fome no Brasil. A situação se agrava a cada dia, ainda mais com essa pandemia. Diante desse quadro, o governo nada faz. O Brasil voltou ao mapa da fome em 2018, apenas quatro anos após ter deixado de integrar o indicador social. Por isso, movimentos sociais, sindicatos e outras entidades estão se mobilizando para apoiar quem passa fome. A Contraf-CUT realiza a campanha Sindicato Solidário e convida a todos a participarem desse movimento”, disse Almir Aguiar, secretário de Combate ao Racismo da Contraf-CUT e um dos coordenadores da campanha.

Para ter mais informações sobre a campanha, basta acessar o hotsite sindicatosolidario.com. Você vai ter informações sobre as entidades que participam da campanha em todo o país e as entidades sociais que recolhem as doações. Os doadores podem indicar uma entidade de sua escolha para receber as doações.

Fonte: Contraf-CUT