Milhares de pessoas saem às ruas em todo o país em repúdio ao golpe de 1964

Publicado em 01/04/2019 10:21
De Norte a Sul do país, brasileiros respondem a provocação de Bolsonaro e denunciam a ditadura militar que matou, torturou, prendeu, exilou, fechou o Congresso, censurou e exilou milhares

Em resposta ao chamamento do presidente Bolsonaro, que no sábado divulgou vídeo defendendo o golpe militar de 1964, dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas de várias cidades do país para protestar contra o regime ditatorial que matou mais de 400 oposicionistas, ainda mantém 123 desaparecidos, torturou milhares, fechou o Congresso Nacional, prendeu mais de 20 mil, censurou a imprensa e as atividades culturais, cassou milhares de parlamentares e levou outros milhares ao exílio.

Veja como foram as principais manifestações:

˃ Milhares repudiam ditadura. Entidades querem acionar a ONU contra governo

˃ Em Brasília, protesto contra a ditadura militar denuncia os horrores dos “anos de chumbo”

˃ No Rio de Janeiro, manifestação reúne 4 mil pessoas para “descomemorar” golpe de 64

˃ No Washington Post, Paulo Coelho relembra as sessões de tortura que sofreu na ditadura

˃ Bolsonaro comete crime de responsabilidade ao defender ditadura, diz procuradora

 

Fonte: Fetec-CUT/CN