“Ou Brasil se tranca ou nos transformaremos na maior catástrofe sanitária mundial”, diz Nicolelis

Publicado em 03/03/2021 11:48

“Ou Brasil se tranca ou nos transformaremos na maior catástrofe sanitária mundial”, diz Nicolelis

Revista Fórum
Lucas Vasques

O neurocientista Miguel Nicolelis voltou a alertar as autoridades brasileiras sobre a tragédia sanitária que está em curso no país, por conta da pandemia do coronavírus. Ele usou as redes sociais, nesta terça-feira (2), dia em que o Brasil registrou o recorde dos recordes de mortes em um período de 24 horas: 1.641 óbitos.

O número foi divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). Já o consórcio dos veículos de imprensa, com base nos dados de secretarias estaduais de saúde, apresentou um número ainda mais alarmante: 1.726 mortes em um dia.

“Ou o Brasil se tranca por pelo menos 3 semanas e amplia o número de vacinados de forma radical, ou nos transformaremos na maior catástrofe sanitária mundial do século XXI em poucos meses”, afirmou Nicolelis pelo Twitter.

O neurocientista criticou, ainda, o estado de São Paulo, que também quebrou recorde de mortes nesta terça. “Não tem mais como justificar escolas em SP abertas no meio de uma pandemia fora de controle e um colapso iminente do sistema de saúde do estado mais rico do BR. Escolas tem que fechar imediatamente para evitar uma tragédia ainda maior”.

Desde dezembro

Nicolelis está desde dezembro alertando, seja pelas redes sociais ou em entrevistas, de que o Brasil necessita de um lockdown nacional para conter o avanço do coronavírus e o surgimento de novas cepas. Infelizmente, tudo se deu ao contrário e agora o “Brasil está à beira de um colapso nacional”, disse ele, ao O Globo.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) respondeu aos tuites do pesquisador e repercutiu no Plenário da Câmara o alerta de Nicolelis.

Assista ao vídeo: