Seis razões que demonstram a eficiência na gestão da Previ

Publicado em 11/09/2019 15:16

Seis razões que demonstram a eficiência na gestão da Previ

 

 

1. Previ está entre os 3 fundos com as menores despesas administrativas
Estudo divulgado em maio deste ano, pela Previc (órgão regulador do sistema), sobre as despesas administrativas de 225 fundos de pensão que administram 1.027 planos de benefícios mostra que a Previ tem o terceiro menor custo administrativo, de 0,16% sobre o patrimônio. Veja o estudo da Previc.

2. Menor custo entre os 20 maiores fundos do país
Dos 20 maiores fundos, classificados como Entidades Sistematicamente Importantes (ESI), a Previ tem o segundo menor custo. A média do setor é de 1,04%.

3. Os custos da Previ são mais baratos que os de fundos abertos
Se a comparação for com os 11.300 fundos de investimentos e mais de 1.200 fundos de previdência abertos, a diferença é ainda maior. O custo de administração médio de uma carteira de ativos similar à da Previ, elaborado a partir de dados da Anbima,  é de 1,33% ao ano, 8 vezes maior que o 0,16% da Previ.

4. Quadro técnico da Previ é altamente qualificado, com a mesma remuneração do BB
Os funcionários da Previ são cedidos pelo BB por meio de contrato de cessão por tempo indefinido, com os mesmos salários do banco. É um quadro técnico altamente capacitado, com experiência de gestão de ativos do maior banco brasileiro, que entende.

5. Técnicos são associados da Previ
Portanto, têm compromisso direto com a boa governança e com o rigor na tomada de decisões de investimentos.

6. Gestão responsável e transparente, com participação dos associados
O modelo de governança da Previ é paradigma para os fundos de pensão, porque também a gestão é compartilhada com os associados, que elegem a metade da Diretoria Executiva, do Conselho Deliberativo, do Conselho Fiscal e dos conselhos consultivos do Plano 1 e do Previ Futuro.

Da redação